Você quer ou você precisa estar com alguém?

Tenho observado que algumas pessoas querem se sentir úteis na relação. A princípio isso não tem nenhum problema. É bom você querer ajudar o seu parceiro ou parceira.

O problema é quando a mulher precisa se sentir útil, ou melhor, quando ela não consegue ficar na relação sem ter nenhuma utilidade.

Duas pessoas podem ficar juntas para se ajudarem mutuamente, uma sendo útil à outra, mas idealmente isso não é necessário. Mesmo que não tenham nenhuma utilidade uma para outra, esse casal fica junto porque se gostam e querem continuar juntos. Não há outro interesse além do gostar e querer bem.

O precisar se sentir útil pode significar que essa pessoa não se sente valiosa para o seu parceiro ou parceira e por causa disso ela precisa ter uma utilidade para o outro.

A princípio pode não ter muita importância essa distinção, mas tem sim. Em um caso, no precisar se sentir útil, há um vínculo de dependência e isso gera apego, ciúme. Enquanto no outro caso há liberdade para ambos pois eles ficam juntos porque se gostam e enquanto se gostam.

Por exemplo: se há liberdade na relação, não há ciúme. Ambos se confiam mutuamente porque a causa de estarem juntos é o gostar um do outro. Mas se você precisa que o outro goste de você, você não vai querer – nem permitir – que haja o risco do outro deixar a relação. Isso é ciúmes e quanto mais obsessivo for, mais vai sufocar a relação.

A solução para esse problema é você buscar existir sem o outro. Uma coisa é duas unidades que escolhem estar e viver juntas. Outra coisa é uma parte que precisa de outra pessoa para se sentir inteira.

Faz muita diferença.

A dica de hoje é uma pergunta: Você quer ou você precisa estar com alguém?

Pense sobre isso.

Deixe seus comentários aqui embaixo com as suas descobertas. Ficarei muito feliz em saber sobre você.

Com carinho,
Alexandre