Seja 100% responsável pela sua carreira e pela sua vida

ser responsável

 

Você é responsável pela sua carreira? Quanto?

Provavelmente você tenderá a responder que sim à primeira pergunta. No entanto, gostaria de propor algumas questões para se aprofundar:

  • Você tem clareza do que quer? Planeja a sua carreira?
  • Consegue improvisar ou se frustra quando algo inesperado acontece?
  • Costuma reclamar do chefe, da crise, da corrupção ou de qualquer outra coisa?
  • Considera que seus potenciais são subempregados e espera, torce ou reza para que algum dia seu trabalho seja finalmente reconhecido?
  • Toma iniciativa em projetos mesmo quando ninguém pediu?
  • Você considera que sempre faz a sua parte e se algo não dá certo é por causa dos outros, da empresa, da política ou da economia?
  • Quando esgota um assunto, você desiste dele?

Antes de prosseguir, é importante distinguirmos mais detalhadamente o que é ser responsável.

 

ser responsável

 

A maioria das pessoas associa à ideia de ser responsável sentimentos-pensamentos como ter que tomar a iniciativa, culpa, excesso de trabalho, cansaço, problema, pesado, sério, algo para se livrar, etc. Mais ainda, como algo que está restrito e limitado à sua área de atuação: eu só posso ser responsabilizado pelo que faço ou deixo de fazer e inversamente não posso ser responsabilizado pelo que outros fazem ou deixam de fazer.

É importante que esses significados sejam reconhecidos pois estamos imersos nesse contexto.

No entanto…

Proponho que ser responsável é ser causa.

ser responsável

 

Sei que parece estranho, que você não entende direito, mas considere… apenas considere que ser responsável pela carreira é causar a carreira. Você é a causa da sua carreira.

E agora chegamos na segunda pergunta do início: quanto você é responsável pela sua carreira? Quanto você causa a sua carreira?

A maioria tenderá a dizer que é responsável PELA SUA PARTE mas não pela parte do outro. Em outras palavras, você é parcialmente responsável pela sua carreira. Você se dedica de corpo e alma ao trabalho, mas se ninguém reconhece, isso é algo sobre o que você não pode fazer nada, certo?

Pois bem, faço uma segunda proposição:

Proponho que você seja 100% responsável pela sua carreira.

seja responsável

 

Isso mesmo, você pode ser 100% responsável por tudo relacionado a sua carreira. Se você trabalha muito e é bem ou mal remunerado, se você foi ou não promovido, se as coisas estão ou não acontecendo conforme você planejou, tudo que acontece é porque você é 100% responsável.

Como você se sente? Aqueles significados do início voltaram com força? Reconheça e deixe-os de lado. Você é 100% causa na sua carreira.

Essa não é uma verdade absoluta, é uma proposta, um jogo, ou melhor, uma forma de se jogar o jogo da sua carreira. Certamente existem outras formas de se jogar esse jogo, mas sendo 100% responsável você ganha poder para causar qualquer coisa que queira. Se você quer ser promovido, você é 100% responsável. Se você foi demitido, você é 100% responsável. Se teu chefe não te selecionou, você é 100% responsável.

Talvez agora você se pergunte: o que é preciso fazer para que alguém se torne 100% responsável? A resposta é bem simples: declare. Olhe para um espelho e diga para a pessoa que está diante de você olhando bem nos olhos dele: eu sou 100% responsável pela minha carreira.

O que se abre, o que começa a surgir quando você declara que é 100% responsável pela sua carreira?

Concluo com um convite: torne-se 100% responsável pela sua vida!

Gostou desse post? Deixe um comentário e compartilhe.